Qual a importância de armazenar corretamente os produtos

04 de julho de 2017

Armazenar os produtos é uma atividade dentro das logísticas de uma empresa. É um serviço que se trata da estocagem ordenada e da distribuição dentro da fábrica ou em locais destinados a este fim, esse processo por ser realizado tanto pelos fabricantes quanto por um processo de distribuição determinado. O conceito de se ocupar um local fisicamente, há pouco tempo atrás, era concentrada mais na área do que na altura, e o espaço destinado à armazenagem era sempre interligado ao local adequado.

Entretanto, o espaço mau aproveitado é um comportamento que traz aumento nos custos logísticos e causa prejuízo com a movimentação de materiais inadequada, fazendo com que a prática não seja nada econômica. É muito relevante racionalizar a altura que será ocupada no local em questão, pois ela é, de fato, a solução encontrada para reduzir o espaço sem abrir mão de acumular maior quantidade de material, mesmo em um espaço menor, além de estruturar o movimento de forma segura e eficiente.

Antigamente, o armazém servia apenas para guardar determinados materiais, não tendo muito mais utilidade que isso na visão dos administradores. Com o tempo, as empresas criaram a concepção de que o serviço de armazenagem podia trazer rendimento ao fazer parte da atividade de produção, marketing e finanças.  Isso ocorreu pelo fato de que os donos das empresas perceberam que os armazéns tinham espaço para fluxo de mercadorias, assim nascia uma atividade importantíssima chamada controle.

O controle, na lógica, envolve a proteção de materiais, controle de entrada, controle de saída, controle de estoque, distribuição, controle de demanda e capacidade de produção. Sendo assim, aquele local que apenas estocava-se os materiais tornou-se um setor essencial para customização de todas as atividades da empresa, aumentando assim o lucro.

Além de otimizar espaço, os sistemas de armazenagem são úteis na indústria por facilitar a organização dos materiais. Assim, de forma mais organizada, pode-se oferecer um serviço de maior qualidade ao cliente, como uma entrega mais rápida de pedidos, por exemplo. Um sistema organizado faz com que a empresa gerencie de forma prática os seus pedidos em aberto e perca menos tempo resolvendo problemas.

É essencial que a empresa faça um planejamento de operações de armazenagem. Após terminado o processo de planejamento, é possível utilizar os sistemas de armazenagem para gerar flexibilidade, dimensionar áreas e instalações de forma mais eficaz, otimizar os fluxos físicos e de informações, minimizar os custos operacionais e maximizar a utilização do espaço.

A redução de custos de armazenagem envolve:

  • Maior controle das informações;
  • Otimização dos processos;
  • Aumento no nível de qualidade dos serviços;
  • Administração de inventários;
  • Métodos de estocagem;
  • Processamento de pedidos;
  • Técnicas de movimentação de materiais.

Nos dias de hoje, uma opção para quem não quer se preocupar com as operações de armazenagem podem terceirizar o serviço, onde as preocupações com a responsabilidade pelo recebimento, cuidados, entrega pontual do produto correto, na hora certa, na quantidade certa, condições adequadas e menor custo possível podem ser deixadas de lado, pois a empresa realizará esses atos. A operação, além de agregar valor ao negócio, gera marketing de relacionamento com os clientes e, ao mesmo tempo, evita gastos desnecessários e indesejados.

Assim como todo processo dentro das organizações, fazer o planejamento da integração da armazenagem dentro do sistema logístico deve ser efetuado de acordo com os seguintes fatores:

  • Estratégico nos estudos e decisões de localização;
  • Operacional nos estudos de equipamentos de movimentação, armazenagem de layout.
  • Técnico nos estudos de gerenciamento

O sistema logístico não funciona sem a integração da função armazenagem, sendo um elo importante no equilíbrio do fluxo de materiais. Os fatores básicos que determinam a necessidade de armazenagem são:

  1. Equilíbrio sazonal.
  2. Garantia de continuidade da produção.
  3. Necessidade de compensação de diferentes capacidades das fases de produção.
  4. Custos e especulação.
  5. Redução dos custos de mão-de-obra.
  6. Redução das perdas de materiais por avarias.
  7. Melhoria na organização e controle de armazenagem.
  8. Melhoria nas condições de segurança de operação do depósito.
  9. Aumento da velocidade na movimentação.
  10. Descongestionamento das áreas de movimentação.

Empresas que prezam o atendimento ao cliente como fator estratégico são obrigadas a tornar o sistema logístico como forma de agregar valor a seus produtos e serviços. Somente através dessa conscientização é possível entender que os investimentos em armazenagem e locomoção de materiais resulta na redução dos custos totais.

Por fim, conclui-se que armazenar produtos da maneira correta é de suma importância para todos os empreendedores. Se você ainda não pratica essa ação, chegou a hora de seguir as dicas a cima e começar a aumentar o lucro da sua empresa.

Consulte a solução mais adequada para sua empresa.

Contato

Entre em contato conosco para solicitar uma visita, orçamento, ou outras informações

faleconosco@aguiasistemas.com.br