Central de Atendimento
42 3220-2666
Ponta Grossa – PR
11 3606-5700
São Paulo – SP

Blog

Gestão de Estoque e Armazenagem

Os termos de gestão de armazenagem e estoque são frequentemente utilizados como sinônimos ou têm seus conceitos confundidos. Mas, em um mercado onde os detalhes impactam cada vez mais na performance e nos números da empresa, é essencial que todos estejam atualizados e preparados para desenvolver trabalhos com excelência. Quanto mais bem preparada a sua equipe, mais competitivo tende a ser o seu negócio. 

Quer entender a diferença entre gestão de armazenagem e de estoque? Nós vamos te explicar!

A atividade de gestão de estoque é considerada estratégica e sua função é controlar os aspectos relacionados do abastecimento da linha de produção e à disponibilização de produtos para a venda. Ela se refere à guarda temporária ou mesmo permanente de matérias-primas, produtos ou mercadorias prontas para o consumo, portanto é formado por insumos e produtos.

Já as tarefas que são executadas dentro do armazém são de natureza operacional, como: recebimento de materiais, separação de produtos, alocação nas prateleiras e consolidação de pedidos. A armazenagem geralmente se refere a todas as atividades dentro de um ponto de distribuição de produtos e materiais, como depósitos, centros logísticos e almoxarifados. 

Depois dessa diferenciação, percebemos que o estoque nada mais é que uma etapa do processo de armazenagem. Por isso as pessoas têm dúvidas sobre a semelhança dos dois conceitos. Podemos afirmar que a armazenagem é um conjunto de vários processos, sistemas, métodos, estruturas e equipamentos, que mantêm, movimentam e alimentam uma cadeia de suprimentos, já o estoque, seria apenas uma parte desse conjunto, fundamental para guardar e suprir necessidades de movimentação e distribuição de produtos. Assim, quando nos referimos a um trabalho de gestão de estoque e armazenagem, é importante que haja uma separação das atividades.

No estoque, é fundamental que haja controles específicos, já na armazenagem, é importante levar em consideração os melhores métodos de movimentação, embalagens adequadas, sistemas utilizados até os equipamentos mais indicados para cada tipo de produto. 

Ter uma gestão de estoque e armazenagem é imprescindível para qualquer empresa. Mas, é preciso saber diferenciar esses conceitos, com isso em mente, o gestor tem maior facilidade de definir atividades para serem realizadas em ambos os setores.

Mas como tornar a gestão de estoque mais eficiente? 

  • Conte com um sistema de gestão

Essa necessidade se torna ainda mais aparente devido à obrigatoriedade de sempre manter registros precisos,  os materiais que estão dentro do estoque devem ser contabilizados para apurar custos envolvidos e estimar preços de venda para o consumidor. Os níveis de estoque também influenciam na capacidade de abastecer a linha de produção e atender a  demanda de seus consumidores. 

  • Atualize seu inventário

O número de itens em estoque geralmente é uma fonte de preocupação. A melhor forma de equilibrar os artigos consumidos e planejar o reabastecimento é realizando um controle diário das movimentações. Isso envolve o uso de sistemas, afinal a contagem manual não é viável. 

  • Negocie o abastecimento

Uma nova tendência é trabalhar com estoques mais enxutos e trabalhar programando compras conforme a necessidade. Essa mudança é capaz de reduzir os custos de manutenção dos armazéns e dos materiais parados, assim, a empresa consegue uma economia significativa nos processos. 

Como aprimorar o processo de armazenagem?

Para a melhora do processo de armazenagem podem ser realizadas algumas medidas que tragam benefícios aos procedimentos de trabalhos. 

  • Escolha o layout ideal

O armazém deve ter o espaço físico adequado dependendo do tipo de material que lá é armazenado. O armazenamento de materiais de consumo, podem ser feitos utilizando prateleiras, já produtos químicos devem ser colocados em locais isolados para evitar a contaminação. Deve-se ficar atento a distância entre as prateleiras e a localização dos itens, para tornar o manuseio mais eficiente

  • Busque a automatização do manuseio

A utilização de empilhadeiras e elevadores são fundamentais devido a grande quantidade de caixas que serão empilhadas. Além disso a utilização desses mecanismos otimiza o tempo utilizado na separação de produtos e consolidação de cargas que serão transportadas. A automatização permite ainda a separação computadorizada dos pedidos e ampliação do uso de esteiras para a retirada de itens na prateleira. 

  • Implemente a codificação dos itens

A codificação dos itens é essencial quando se tem grande quantidade de materiais diversificados, assim todo o material é classificado para facilitar a localização com maior agilidade. O registro deve ser feito com o nome do fabricante, o nome do produto e as suas características, como peso e dimensões.

 

Ficou interessado? Para tirar dúvidas ou solicitar um orçamento, entre em contato conosco.