Central de Atendimento
42 3220-2666
Ponta Grossa – PR
11 3606-5700
São Paulo – SP

Blog

Soluções para o Ecommerce

O ecommerce está mudando o perfil de consumo do povo brasileiro motivando investimentos em logística

 

     Em 2021 o ecommerce brasileiro faturou aproximadamente 304 bilhões de reais. A informação é da Confederação Nacional do Comércio. Na comparação com 2020 o aumento foi de 48,41%. Dado esse divulgado pelo índice MCC-ENET, desenvolvido pela Neotrust/Movimento Compre & Confie, em parceria com o Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital. E a perspectiva para 2022 é de um novo crescimento. Um estudo da Market Review revela que 49% dos consumidores pretendem fazer compras online neste ano. Ou seja, o e-commerce está mudando o perfil de consumo do povo brasileiro e, com isso, realizando investimentos em Logística por todo o Brasil.

     E quais são as melhores opções em sistemas de armazenagem para o ecommerce? Bem, primeiro precisamos entender qual a necessidade do empresário. Afinal, sua operação fulfillment precisa ser tratada com cautela. Mas o que é fulfillment? O termo é originário do inglês e significa, numa tradução livre, cumprimento, realização, preenchimento. De acordo com o site infracommerce.com.br, “o fulfillment funciona como uma ‘corrente de ligação’ fundamental para a cadeia de suprimentos. Levando em consideração que os negócios precisam estar cada vez mais atentos à experiência do consumidor, sem um processo de atendimento e processamento de pedidos preciso, contínuo e confiável, seus clientes não ficarão satisfeitos.” Estamos falando de um processo que “reúne um conjunto de operações e atividades que são realizadas desde o recebimento do pedido até a entrega do produto, alguns processos como o recebimento, armazenamento, picking (separação e preparação de pedidos), embalagem, faturamento e expedição”.  

     A Gerente de Automação da Águia Sistemas, Helena Tamura, explica abaixo como normalmente são as unidades de armazenagem das empresas brasileiras que trabalham com ecommerce. Confira: 

     “Para o ecommerce a necessidade é um sistema que possa transportar tanto caixas de papelão quanto envelopes, pacotes plásticos e todos aqueles tipos de embalagens que recebemos em casa quando pedimos algo online. Ou seja, imagine o seu pacote passando por uma esteira motorizada. Como ele pode ter vários tamanhos, mesmo o menor tamanho não pode “cair” pelos vãos da esteira no meio do transporte, ou até mesmo ser avariado. Como a separação dos itens é manual a esteira também precisa ser segura, para que aqueles que a utilizem não corram riscos de segurança. Desta forma as opções devem ser modelos homologados pela NR12, sendo esteiras de roletes com espaçamento pequeno e transmissão segura ou protegida e esteiras de lonas, com seus vãos protegidos para que não possa ser colocado um dedo em risco.

    A separação inicial do produto é feita através de carrinhos que fazem a coleta dos materiais em estruturas de mini porta pallets, tipo estantes de mercado. Como a quantidade e variedade de material armazenado é muito grande, esse tipo de operação exige mais de um nível de coletas, são os chamados pick mod. O pick mod é um sistema multinível composto por uma variedade de soluções de sistemas de armazenagem projetadas para movimentar os SKU’s durante o atendimento dos pedidos.

     Cada pick mod é único e varia com a necessidade do cliente. Para o ecommerce sua grande maioria comporta sistemas de mezanino, mini porta pallets e porta pallets, os quais ainda possuem uma diversidade de configurações. Após a coleta dos produtos em “carrinhos de compra” o material é muitas vezes direcionado em caixas plásticas para o setor de embalagem através de transportadores motorizados.

     Estes transportadores são responsáveis por fazer o direcionamento do produto para a estação de embalagem desejada, podendo ser uma estação que irá unir mais produtos ou simplesmente enviar um único item.  Após a embalagem o pacote deve ser enviado a um outro transportador que fará a sua classificação automática indicando qual empresa transportadora fará a entrega da mercadoria. 

     Os transportadores devem suportar um fluxo elevado de produtos. Além disso devem possuir um sistema inteligente de leitura e separação, garantindo que seu destino não seja equivocado, os chamados sorter automáticos de alto desempenho. 

     Após destinar o produto a uma transportadora muitas empresas de e-commerce ainda possuem outras etapas antes da entrega, como o envio para sites de last mile, aqueles que ficam localizados mais próximos do cliente, ou o envio para cross dockings, que fazem o redirecionamento do pacote ao cliente de forma bastante organizada.”

     A estrutura física por trás dessas operações precisa ser excelente para atingir as expectativas do consumidor final, que mantem toda a cadeia logística de pé, graças ao seu consumo. O Gerente Comercial da Águia Sistemas, Rogério Marques, deu algumas orientações para quem pretende investir em estruturas para ecommerce. Fizemos uma breve entrevista com ele sobre o assunto: 

Águia Sistemas Newsletter (ASN) – Quais os tipos de estruturas mais solicitadas para e-commerce? 

Rogério MarquesPara itens de médio a grande porte são utilizados porta pallets convencionais com utilização de planos aramados e uso de empilhadeiras retráteis e também algumas áreas especificas com empilhadeiras selecionadoras. Para itens de médio a pequeno porte é utilizado normalmente o piso elevado (composição de estruturas, como mini porta pallets com planos em aço e pisos intermediários/mezaninos), considerando que a movimentação é manual com auxilio de carrinhos e esteiras transportadoras.

ASN – Quais as necessidades que as estruturas mencionadas atendem? 

RMSempre em um CD o ideal é um misto de tipo de estruturas, conforme necessidade por categoria dos produtos. Como exemplo para ecommerce utilizamos porta pallets altos com planos aramados, divisores, com o objetivo de usar pallets e produtos a granel.

ASN – Qual tipo de carga geralmente é armazenada? 

RMSão armazenados produtos em pallets PBR, produtos a granel, produtos em caixas de papelão dos próprios fabricantes, produtos em caixas plásticas.

ASN – Geralmente, como é feita a operação e armazenamento? 

RMSão utilizadas empilhadeiras para racks altos, carrinhos hidráulicos para movimentar do ponto A para B e carrinhos de picking e suprimentos.

ASN – Existe alguma mudança importante com relação ao tema que deseja mencionar? 

RMEmpresa de e-commerce normalmente usa um WMS (Warehouse Management System, um sofisticado programa de computador) bem robusto, com capacidade de armazenar dois ou mais produtos diferentes no mesmo endereço. Isto permite um balanceamento bom no CD, criando flexibilidade e maior capacidade de expedição.

     Nós, da Águia Sistemas, somos os melhores do país em Intralogística e podemos ajudá-lo a encontrar o melhor sistema de armazenagem para ecommerce. Mantenha contato e faça um orçamento. Também estamos à disposição através do e-mail faleconosco@aguiasistemas.com.br

(O texto acima foi escrito com informações dos sites infracommerce.com.br, escoladeecommerce.com, flexsas.com, tiinside.com.br, armlogistica.com.br, lotuslogistica.com e olhardigital.com.br)

 

Vídeo – Transportadores Motorizados


Sistema de Movimentação Automatizada